O que faz o NFC relevante?


Quando se pensa no que é NFC e nos usos que permite, muitas possibilidades a serem exploradas se revelam. Porém, assim como qualquer outra tecnologia, o NFC tem especificidades e características que a fazem relevantes para determinados usos e aplicações e menos relevante, ou até irrelevante para outras.

Quais as características da tecnologia que a fazem singular?
Em que situações o NFC se faz útil e significativo?

NFC é essencialmente sobre presença: estar fisicamente em um espaço, interagindo com algum objeto ou pessoa, com o objetivo de criar uma conexão.

Outros elementos como momento, identidade e permissão completam o que podemos chamar de ‘pilares’ do NFC.



PRESENÇA (aqui)
A presença física é o pilar mais importante do NFC. Interagir e conectar-se com o que está aqui e próximo a você é o maior benefício e característica mais marcante da tecnologia.

MOMENTO (agora)
O NFC é bem utilizado quando atende a uma necessidade importante ‘naquele’ momento específico. A rapidez e praticidade, elementos essenciais da experiência NFC, são especialmente úteis para atender o agora.

IDENTIDADE (eu)
Um importante aspecto do NFC é a possibilidade de identificar-se em um sistema rapidamente. Uma vez dito que eu estou aqui, o NFC torna-se um facilitador em aplicações como acesso, pagamento e consciência contextual.

PERMISSÃO (ok)
Ao contrário de algumas tecnologias de proximidade (como o Bluetooth ou RFID), as interações por NFC exigem sempre o gesto físico, o tap, para que ação desejada aconteça. Ele significa o aceite, a permissão, o ok para que uma conexão se estabeleça, o que fica mais evidente nos usos em pagamento.


Esses elementos combinados sustentam a singularidade e força do NFC. Em síntese, podemos resumir essas forças em uma frase: ‘OK, eu estou aqui agora’.





Fica um convite para visitar (ou revistar) alguns casos de uso e identificar como esses ‘pilares’ se repetem nos cenários. Momento, identidade e permissão variam de importância em diferentes aplicações. No entanto a presença, pilar mais importante do NFC, é facilmente identificável em todos eles.


Dos pilares à experiência

O que chamamos aqui de ‘pilares’ do NFC são a base para construirmos boas experiências NFC para os usuários. Isso porque a experiência NFC é marcada por várias características: rápida, simples, prática, eficiente, conveniente, confortável, positiva e nova. Porém, ela é e acima de tudo apropriada, ou seja, significatíva, e útil.


Da experiência à relevância

Essa análise é um ponto de vista baseado na experiência que adquirimos no desenvolvimento de soluções NFC e pode parecer um pouco distante para um primeiro entendimento da tecnologia. Porém, lhe ajudará principalmente na reflexão ao criar uma solução NFC e ao oferecer uma boa experiência ao usuário, lhe permitindo identificar oportunidades de uso e criar experiências singulares em que a tecnologia encontra seu valor.


Last edited Aug 22, 2014 at 7:55 PM by MiltonOnodera, version 12